Programação geral completa

RDCA2018 programação

 

Sobre os filmes:

(entre)ocupações

entreocupações

Sinopse

O documentário de curta-metragem “(entre)ocupações” discute a posição de liminariedade social experimentada por mulheres da Ocupação Joana D’Arc, liminariedade essa que perpassa o mundo do trabalho e da família, na luta pelo direito à cidade e à moradia. Elas iniciaram um projeto de economia solidária num espaço denominado “Espaço das Joanas”, onde foi gravado todo o percurso narrativo desse documentário. Foi produzido pelo Grupo de Alunas Voluntárias de Extensão (GAVE) do projeto “A cidadania feminina em ocupações urbanas: mulheres em ação politizando a cidade”, vinculado à Faculdade de Ciências Sociais (FCS) e à Pró-Reitoria de Extensão (ProExt) da PUC-Campinas.

 

Ficha técnica

Título: (entre)ocupações

Tempo: 17’29

Roteiro e direção: Profª Dra. Stela Cristina de Godoi

Produção: Profª Dra. Stela Cristina de Godoi, Carolina Cristina Mantovani Ferreira, Daniele Prado e Iara Teixeira

Edição e finalização: Carolina Mantovani

Imagens: Carolina Mantovani, Daniele Prado e Rafael Turchetti

Trilha sonora: César Serrazes e Vitor Pilão

Imagens cedidas “ECOA”: TCC 2016 Dep. De Artes Corporais da Unicamp

Interpretação/Criação: Cristina Santos e Kyo Dias

Orientadora: Daniela Gatti

Voz: Graciela Soares

Músico: Denis Sartorato

Criador Multimídia/Projeções: Vitor Machado Rocha

Fotografia: Ayesha Zangaro

 

Dia de impeachment

Dia_de_Impeachment_3

Sinopse

O filme acompanha a manifestação ocorrida na Avenida Paulista (São Paulo – SP), no dia 17 de abril de 2016, durante a votação de abertura do processo de impeachment contra a presidenta Dilma Rousseff. Manifestantes e vendedores ambulantes dividem o espaço tomado pelo verde e amarelo da bandeira nacional.

 

Ficha técnica

Título: Dia de Impeachment

Idioma:  Português

Tempo: 20 min

Categoria: Documentário

Ano: 2017

Direção: Otávio Penteado e Rodrigo Rodrigues

 

Sobre os palestrantes:

Camila Marins. Jornalista, militante antirrascista e feminista. Foi diretora do Sindicato dos Jornalistas Profissionais do Município do Rio de Janeiro e é uma das editoras da Revista Brejeiras (publicação feita por e para lésbicas) e é integrante da Frente Lésbica do RJ.

Érica Peçanha. Antropóloga e pesquisadora da produção cultural da periferia. Professora da Faculdade de Saúde Pública da USP, é a autora do livro Vozes Marginais na Literatura e coautora de Polifonias Marginais.

Ana Claudia Mielke. Jornalista, Mestre em Ciências da Comunicação pela Universidade de São Paulo (USP), especialista em História, Sociedade e Cultura pela PUC-SP. Atuou como jornalista em diferentes mídias e organizações que apoiam a defesa dos direitos humanos. Atualmente é coordenadora executiva da Intervozes, organização social que trabalha para garantir a regulamentação do setor de comunicação no Brasil, onde atua principalmente pelo direito à comunicação e garantia da liberdade de expressão e pela promoção e garantia dos direitos humanos na comunicação.

Natanael dos Santos. Mestre Griô, ator, historiador, pesquisador, desenvolve trabalhos de pesquisa no campo da historiografia africana, desde 1983. Membro Fundador e Coordenador de pesquisas do Núcleo de Estudos AfroBrasileiro da Universidade de Campinas – Unicamp. Membro atuante do Núcleo de Estudos Preconceitos e Intolerância. Diretor Artístico, Fundador do NIGÈRIA (Universidade Feevale – de Novo Hamburgo/RS) e Fundador e Diretor Artístico da Cia de Teatro Liberdade de Teatro (Associação Assistencial Liberdade) desde 1983 que, através de Aulas Dramatizadas de História, e Vivencias da Cultura afro brasileira com alunos e professores, vem divulgando a história do povo africano e sua importância na formação cultural e econômica do Brasil.

 

Anúncios